domingo

Imaginem se fossemos Campeões.....

Eis uma sequencia de fotos tiradas ás mais belas deste Campeonato do Mundo.E...só ficámos em 4º Lugar, agora imaginem se fossemos Campeões..UIIII!!!!!!!












Imaginem se fossemos Campeões.....


Eis uma sequencia de fotos tiradas ás mais belas deste Campeonato do Mundo.E...só ficámos em 4º Lugar, agora imaginem se fossemos Campeões..UIIII!!!!!!!















Rir é o melhor remédio


quinta-feira

Rir é o melhor remédio

Sabem qual e o cúmulo da velocidade ???

É passar o recreio da casa pia sem ser violado!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Um benfiquista vai a uma vidente e pergunta?

- Quando o glorioso vai ser campeão?

A vidente responde-lhe?"

Eu só faço previsões ate 3000!"

Rir é o melhor remédio









quarta-feira

Troca de Casais

Ao consultar o blog do casal ursinhos encontrei este post por eles editado no qual achei muito interessante e resolvi copia-lo para aqui, gostava que o lê-sem e deixassem a vossa opinião sobre a troca de casais.

Troca de Casais // Swing
O tema da Troca de Casais é um tema recorrente e sobre o qual recebemos constantemente mails ou mensagens a "convidar-nos para tal prática"... Vamos então falar mais um pouquinho sobre isto.
Primeiro que tudo, convém dizer que já frequentámos meios swingers... que já estivemos no primeiro clube que apareceu aqui em Lisboa... tivemos apenas uma experiência de troca de casal... mas não nos apelidamos swingers. Não por nenhum problema em especial ou porque condenemos quem o faz, longe disso!... mas sim porque deixámos de procurar activamente que isso aconteça... deixámos de ir ao engate... nem respondemos ao primeiro convite para ir com este ou com aquele.
Como em tudo, há bom e mau! O mau, neste caso, são os casais que fodem com todos e mais alguns, numa perspectiva de saber quem já comeu mais casais. Podem crer que existem casais assim... e não são tão poucos como isso, para quem o outro casal é apenas mais um número... mais uma cona ou um caralho que comeram e que vai para a lista! Mesmo quando frequentávamos meios swingers, nunca foi essa a nossa abordagem! O mau, não são esses casais em si próprios, pois cada um faz aquilo que lhe apraz... o mau é para os casais que eles apanham pela frente e se sentem usados. Confirmo que não foi esse o nosso caso, mas vimos muito disso a acontecer!
O bom, é que de facto há casais com que se estabelecem laços de amizade e de franca e sã convivência, muitas vezes sem acontecer qualquer tipo de encontro mais intimo. É assim que encaramos o swing, ou que encararíamos um menage... estabelecer uma amizade... um à vontade, que depois pode ser estendida a aspectos mais íntimos e de carácter sexual. Nunca seríamos capazes de ir para a cama com um casal que tivéssemos conhecido logo ali... nem que não tivéssemos falado dos nossos gostos e manias... com quem não tivéssemos estabelecido regras (camisinha, sempre!)... com quem não houvesse uma intimidade prévia ao relacionamento de carácter sexual.
Infelizmente, nem todos encaram esta "actividade" dessa forma e o que querem é sexo puro e duro. Não somos assim...
Outra coisa que me faz imensa confusão, é a obrigatoriedade do bi feminino e o "escorraçar" daqueles que, nem que seja ao de leve, se fale de bi no masculino. Não é que isso nos tenha acontecido, porque nunca tal se colocou... mas estava mesmo agora a consultar uma página com anúncios de canais swinger ou pretensamente swinger, e na orientação delas, o bi ou o homo é referenciado em mais de 50% dos casos... no caso deles, homo ou bi deve ser referenciado em para aí 1% dos anúncios. Se vir a página de anúncios internacionais de casais swinger do mesmo site, a percentagem de homo ou bi, neles é semelhante à das mulheres!!!
Atenção que eu não estou aqui a defender a utilização de encontros swing para camuflar situações de homosexualidade reprimida, que como todos nós sabemos, existe e não é assim tão pouco como se possa pensar. O que estou aqui a ilustrar, é a hipocrisia duma sociedade que ainda vê a homosexualidade masculina como algo sujo ou proibido e vê a homosexualidade feminina como... como um casal de senhoras que aceitem de bom grado um homem lá no meio a satisfazer todas as suas fantasias... é ou não é?
Mas, estou a afastar-me do assunto! Voltando à vaca fria, o que gostava de salientar é que ao estarem quatro pessoas na mesma cama, o toque entre os corpos masculinos e femininos, e entre os femininos ou entre os masculinos, é inevitável, e não deve ser motivo de constrangimento numa situação dessas. Se for do acordo de todos, acho eu, a exploração de todas as vertentes da sexualidade, numa situação a quatro, possibilitará um mais completo usufruto da situação e um maior prazer entre todos!
Comparo tal situação à daqueles casais que querem swingar mas depois dizem que não beijos na boca aos parceiros externos ao casal origem... ora se estão a trocar fluidos mais íntimos, a não troca de saliva parece-me um absurdo... mas enfim
Tudo isto para dizer e concluir, que vemos o swing primeiro de tudo como uma amizade! E depois, nos aspectos mais íntimos, sem preconceitos ou tabus!!!

Partilhado por UrSinho

Esperamos pelos vossos comentários, digam-nos o que pensam sobre a troca de casais.